Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Mania das doenças / Como ajudar??

O doente hipocondriaco é alguem que está em constante sofrimento, como é que sabemos que alguem tem essa doença, quais os sinais, não aqueles mais óbvios mas aqueles que estão por detrás de cada crise, está definitivamente relacionado com alguma alteração da função cerebral, o que leva estas pessoas a verem o mundo tão negro, elevado egocentrismo? Falta de auto-estima? Falta de atenção? Gostaria sinceramente de ler os vossos comentários, se possível fôr.

 

 

Conhecida vulgarmente como «mania das doenças», a hipocondria pura atinge cerca de dez por cento da população portuguesa, mas, com o início da Primavera, as pessoas com profissões mais desgastantes começam a ficar obcecadas com algumas doenças e esta ansiedade pode atingir cerca de 40 por cento dos portugueses. É o cansaço, o "stress" e a necessidade de férias.

 

A hipocondria é uma doença psiquiátrica que consiste no receio ou convicção, sem fundamento, que se tem ou vai ter determinadas doenças, normalmente graves. Uma dor de cabeça é encarada como um problema no cérebro, uma mancha no corpo como um cancro na pele, um batimento do coração mais acelerado como uma doença cardíaca. Tiram a temperatura várias vezes ao dia, examinam frequentemente o corpo atrás de um tumor e passam o dia a falar de doenças e do sofrimento.

O hipocondríaco não é, no entanto, um doente imaginário, mas sim alguém que apresenta uma verdadeira doença crónica, uma perturbação perceptiva, cognitiva e psicológica que provoca sofrimento real. Esta preocupação causa-lhe um sofrimento considerável e, muitas vezes, interfere negativamente em áreas importantes da sua vida, como a profissional e social.

Perante este medo, recorre sistematicamente a médicos – primeiro aos do Serviço Nacional de Saúde e, depois, porque não acredita que não tenha nada, aos particulares –, faz exames atrás de exames e recorre à automedicação tendo por base sintomas relatados por pessoas que têm, de facto, doenças graves.

Figueiredo dos Santos, médico de clínica geral, explicou ao PortugalDiário que muitos dos hipocondríacos que recorrem à sua consulta «já foram a outros médicos e vão documentados com exames. Querem mesmo estar doentes. Conhecem tudo sobre as doenças, mas interpretam mal todo o tipo de sensações corporais inofensivas».

Este clínico considera que a hipocondria é «pior do que uma doença, é preciso desmontá-la, não devemos dizer logo que não têm nada, o melhor é "pegar" numa coisa pequena, inofensiva, e fazer com que se concentrem nisso, ao mesmo tempo que os tranquilizamos». A tranquilidade, acrescenta, «tem de ser extensiva ao seu dia-a-dia porque senão encontram um amigo ou um conhecido que tem uma doença, lhes fala dos sintomas, e isso vai criar-lhes mais problemas».

Precisamente porque os hipocondríacos precisam de apoio e atenção, este médico de clínica geral procura fazer sempre uma primeira abordagem e dedicar tempo a este tipo de doentes e depois encaminha-os para um psicólogo ou, nos casos mais graves, para um psiquiatra.

Figueiredo dos Santos acrescenta ainda que a entrada da Primavera «é terrível para os grupos etários mais jovens e com profissões mais desgastantes. As ansiedades e os medos surgem muito nesta altura, principalmente nos estudantes, professores, bancários e também jornalistas». Entre os mais idosos, o medo das doenças é mais frequente no Outono e no início do Verão, «quando os familiares vão para férias».

Perfil do hipocondríaco

Independentemente do seu comportamento, os hipocondríacos têm um ponto em comum: não gostam de ser reconhecidos como tal, já que a conotação pejorativa da palavra faz com que surja associada a fraqueza, queixas infundadas e aborrecimento para as outras pessoas. Para além disso, é partir do princípio que não têm nada, quando eles acreditam que têm.

O início da doença é muito variável e é um erro pensar-se que está associada à terceira idade. Pesquisas recentes indicam, aliás, que o problema pode ter raízes na infância na sequência da excessiva preocupação dos pais com a saúde dos filhos e o desejo das crianças de continuarem a receber a mesma atenção obtida durante uma doença verdadeira.

Já a estrutura psicológica do indivíduo, com traços de baixa auto-estima, introversão e uma atenção demasiada relativamente aos seus sinais corporais, parece ser decisiva para o desenvolvimento da hipocondria.
 

banda sonora original: Airbag / radiohead
publicado por Pedro J às 15:22
link do post | comentar | favorito
|
Bookmark and Share

more about us

golb etsen rasiuqsep

 

Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Benagil / Algarve

Novo Post

Página no Facebook de NO...

Mar Salgado

Já falta pouco... ;))))

Day Off

Cinderella - Don't Know W...

Whole Lotta Love - Led Ze...

LUTO

2012 - Consciousness is t...

U2 - The Ground Beneath H...

Samuel Barber - Adagio fo...

Radiohead - Creep

U2 - I'll Go Crazy If I D...

HOMENAGEM

What Is Love? music by Ha...

Ela não está aqui

Crazy - Icehouse 1987 / U...

Tears for Fears - Woman i...

Pearl Jam / Just Breathe

Escrita de um Solitario

Homens da Luta "E o povo,...

D-A-D Roskilde 05: Sleepi...

Queen - Love Of My Life w...

NOISERV NO SÃO JORGE / 30...

...

Bom fim de semana!

Into the Wild - Rise (Edd...

David Guetta feat Kid Cud...

"Ordena que te Ame" - Mun...

Ouvi dizer - Ornatos viol...

U2 Barcelona 2009-06-30 U...

The Ground Beneath Her Fe...

Alphaville - Forever Youn...

Jay Z- Forever Young

Ajudem quem precisa:

Soldier of Love / Sade

The Cult "Rain"

KLF - 3 a m eternal

Haddaway-What is Love?

One Night in Bangkok - Mu...

I really think it is an a...

John Paul Young - Love Is...

The Rolling Stones - Anyb...

U2 - Out Of Control

UM SONHO A DOIS - JOANNA ...

Amizade em poema

E se o primeiro homem na ...

30 SECONDS TO MARS "Hurri...

Night and day - U2

baú

Julho 2017

Dezembro 2014

Janeiro 2012

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

todas as tags

links 3...2...1

part & cipar, if you want it...S.A.

participe neste blog

how many?...

comentários recentes

olá Pedro boa tarde ond equer que se encontre, poi...
obrigado. junta-te ao facebook :)
Olá! Passei pelo blogue e gostei muito. Alguém que...
Passei por mero acaso ...... gostei das fotos.... ...
Vela adaptada, é sempre bom de ver,melhor ainda qu...
Olá Pedro,voltei para ouvir esta maravilha, relaxa...
Coincidência, mas como gosto muito dos ornatos sou...
Olá Aqua! Sem dúvida, esta peça é triste, sublime ...
Agora é que reparei!! O que aconteceu ao relógio??...
Adoro esta peça... é triste mas sublime!Fiquei ren...
Bom fim de semana também pra ti... e curte o sol e...
Olá Aqua! Claro que sim, aliás esta é uma das min...
Esta é daquelas músicas que se gosta mas que apete...
Olá Aqua! Sim, deixa-nos o homem, o artista mas de...
Hoje estamos todos mais pobres. Perdemos o António...
Sou da mesma opinião, Sorriso :) boa semana!
A música... lindíssima :D
olá Joshua amigo sim já vi aprovou,ok eu só pergun...
Olá amigo Sonho! Magnifico post, incisivo e acutil...
olá Joshua , olá amigo aqui estou para perguntar c...
love it!!
http://25deabril-liberdade.blogspot.com/
Olá Enigma! Não tem de pedir desculpa. Obrigado pe...
Gosto muito do teu blog e vídeos, são milhares... ...
Eu domino muito estas tecnologias :) Só sei fazer ...

post mais comentados

13 comentários
12 comentários
10 comentários
10 comentários
9 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários

on _______________

online

from where?...

Locations of visitors to this page

subscrever feeds

music